26 de julho de 2009

A saúde Pública no Brasil Hoje.


















A saúde pública do Brasil tem se revelado de baixíssima qualidade e em quantidade inadequada para atender a população, notadamente, a população pobre. Quantas vezes temos visto pela grande mídia relatos e imagens que nos deixam indignados e revoltados com falta de estrutura física e humana para atender as pessoas? Certamente, muitas vezes. Quem tem um plano de saúde privado passa pelo mesmo problema? O Brasil gasta de forma adequada com a saúde dos brasileiros?

Os gastos com saúde no Brasil são gigantescos, entretanto, a carência de recursos médicos ainda persiste, notadamente nas regiões mais distante dos grandes centros e nas periferias das grandes cidades brasileiras. O Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) realizou um estudo no qual comparou os gastos com saúde de diversos países. No Brasil são gastos 7,6% do PIB por anos com saúde, destes, 45,6% é do setor público e o restante corresponde aos gastos do setor privado. Aliás, no Brasil, o setor privado cobre, por meio de planos de saúde, atendimentos avulsos, hospitais e outras formas, cerca de 48 milhões de pessoas, gerando uma receita anual de aproximadamente US$ 27,2 bilhões. Em comparação com outros países, o Brasil está em uma posição intermediária. Os Estados Unidos gastam 15,2% do PIB, sendo 44,6% do setor público; na Alemanha são essas proporções são 11,1% e 78,2%; no Canadá são 9,9% e 69,9%; México são 6,2% e 46,4%; Argentina são 8,9% e 48,6%; no Chile são 6,1% e 48,8%. A média do conjunto dos países da América Latina são de 6,7% do PIB com gastos com saúde sendo que 54,4% deste gastos corresponde ao gasto público, na média dos países considerados ricos tem-se 10,8% do PIB com gastos de saúde com a participação do setor público sendo de 68,2%.

Observa-se dos números acima que nos países mais ricos apesar de a renda média ser muito superior à renda do Brasil gastam em termos percentuais com saúde muito mais que o Brasil gasta. Além disso mais da metade dos serviços médicos é pago pelo setor privado, embora muitos desses gastos privados acabam se tornando do setor público em razão das isenções descontos no imposto de renda. O Brasil gasta mais do que a média dos países da América Latina, entretanto, a participação do setor público é menor. Na comparação com os países ricos, então no Brasil temos consideravelmente menos gastos com saúde (em termos do PIB e de valor absoluto) e muito menos participação do setor público nos gastos totais com saúde.

Isso tem levado ao programa público de saúde, o Programa Único de Saúde (SUS), a atender quase que exclusivamente as pessoas mais pobres, visto que até mesmo a grande maioria das pessoas que trabalham em fábricas e em empresas em geral estão cobertas por algum plano de saúde privado. Ficam para serem atendidas pelo programa do governo as pessoas que não possuem nenhum plano privado, correspondendo geralmente as pessoas desempregadas, as subempregadas, os aposentados e as pessoas empregadas de pequenas empresas. Esse universo de pessoas apesar de constituir em uma grande quantidade tem muito pouca visibilidade e respeitabilidade entre os formadores de opinião e as autoridades responsáveis pela oferta de saúde pública para que suas vozes de reclamos sejam ouvidas por esses. Esse é o principal motivo pelo qual a saúde pública é tão caótica em nosso país, ou seja, as nossas autoridades brasileiras e a sociedade não dão a atenção devida para as pessoas que precisam dos atendimentos médicos do setor público. Quando as próprias pessoas que utilizam a saúde pública se organizarem de forma eficaz e sistemática, criando um movimento firme e forte, então os gastos com a saúde irão aumentar significativamente e a qualidade e a quantidade dos serviços de saúde pública no Brasil aumentaria bastante e as pessoas seriam atendidas com muito mais dignidade e respeito nos hospitais e postos de saúde públicos em todo o nosso país.

Fonte:Blog do Francisco Castro

41 comentários:

  1. Gostei do artigo, precisamos movimentar e cobrar dos nossos gestores especialmente nossos governos municipais para melhorar o atendimento as pessoas pois o governo federal está fazendo sua parte com verbas destinadas a Saúde Pública.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito deste comentario, e que possamos lutar por nossos direitos.

    ResponderExcluir
  3. Muitoo boooooooooooooooom!!!!!!!!
    bjuuuuuuuuuusssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Muitoo booooooooom!!!!!!!!
    bjuuuuussssss

    ResponderExcluir
  5. Olá Ramon?tudo bem? eu como você,tbm tenho esta visão de governo,curso o T´´ecnico em Poologia aqui em POrto Alegre e recentemente assistimos o vídeo sobre saúde de Michael Moore(Sicko),que faz uma abordagem bem ampla de tudo isto o que você postou.Vamos procurar saber mais sobre nós-sos direitos como cidadãos brasileiros,pois de- veres nós temos:o de pagar impostos altíssimos como os da França por exemplo,que tem um siste- ma de sáúde invejado pelo resto do mundo(eu a- credito),por isto devemos cobrar isto de nóssos gestores sim!Vamos Às ruas como nos bons tempos de nóssos avós!! abraços Dóris

    ResponderExcluir
  6. Cara vc disse tudo ai viu gostei muito....

    ResponderExcluir
  7. Vc disse mt, mas eu queria dizer uma coisa: o brasil possui o decimo maior pib do mundo, e se metade dessa grana fosse pra saude ia melhorar muito.
    mas isso nao ia adiantar: investir em equipamentos sem investir na qualidade dos medicos, pois muitos medicos hoje saem da faculdade de medicina sem saber dar um ponto. a chave pra tudo isso esta na educaçao. temos que investir mais na educaçao e na saude senao o brasil nao vai pra frente.

    ResponderExcluir
  8. tudo q prescisava para meu projeto...
    amei é a realidade

    ResponderExcluir
  9. hola! Eu realmente gostei deste blog

    ResponderExcluir
  10. vc está ajudando o Brasil a ir pra frente com eses asuntos que vc descreve, Está indo protestar nas ruas para que a nossa saúde seja melhorada, se vc vir para pernambuco protestar nos convoque, pois estaremos disponivéis.
    FAZEMOS TUDO PARA QUE A SAÚDE DA NOSSA POPULAÇÃO SEJA MELHOR EM QUALQUER REGIÃO DO PAÍS!.

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online.Emily Nascimento

    ResponderExcluir
  12. Excelente...vamos lutar para que nossos direitos sejam garantidos, afinal a história dos Brasileiros sempre foi conseguir coisas com reivindicações...muito bom!!!! Parabéns

    ResponderExcluir
  13. O artigo é bem fundamentado e merece ser ratificado. Pois a saúde pública ou coletiva do Brasil, sempre foi e ainda é de qualidade inferior,mesmo quando entendemos que o SUS,deu um certo alento,em especial as camadas socioeconômicas mais pobres.Os grandes bolsões de pobreza nas magalópolies e/ ou média e grandes cidades são responsáveis por uma enorme quantidade de vetores e de agentes patogênicos
    como numca antes fôra registrado.
    José Marcolino da Silva,Sanitarista,Caruaru-PE.

    ResponderExcluir
  14. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Melissa.

    ResponderExcluir
  15. demais esse comentário a próxima vez coloca sobre como lutamos para reivindicar os nossos direitos

    ResponderExcluir
  16. Comentário consistente e verdadeiro,quanto as
    ações de saúde pública, ofertadas ao povo brasileiro. Um sistema de saúde que, globalmente,entre 198 nações consegue classificar-se no 169o lugar, afrente apenas de Angola,Paquistão e Miamar,a de se esperar o que?

    ResponderExcluir
  17. muito bom!!!!!!´
    e infelismente é bem isso mesmo que acontece no nosso
    país...
    parabens!

    ResponderExcluir
  18. ótimo, adorei. Nós precisamos de pessoas q lutem pelos seus direitos.As pessoas q estam superior a nós sabem reivindicar os nossos deveres, mas nossos direitos... sem comentários.

    ResponderExcluir
  19. Coerente e merecido comentário. O quadro sanitátio do Brasil é verdadeiramente preocupante. O SUS que, dssenvolveu nesses anos uma assistência a saúde,com bons e médios avanças, é atualmente um Sistema raquítico em relação as necessidades reais que vai da Atenção Primária,passando pelas médias e alta complexidades.
    Parabens e continue a prestar esse serviço de esclarecimento a população brasileira.
    Jose Marcolino, Sanitarsita - Caruaru-PE

    ResponderExcluir
  20. gostei mt do seu blog ele me ajudou a escrever um artigo pra escola bom trabalho cara

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito do seu artigo! contribuindo pra um Brasil melhor, bom seria se todos nós brasileiros dar a devida atenção que a saúde pública que tanto necessita...

    ResponderExcluir
  22. será que eu posso colocar isso num trabalho meu sobra a CF 2012?
    fikaria legal?

    ResponderExcluir
  23. Impressionante o Brasil parou no descaso, em julho de 2009, Ramon Cardoso, Publicou esse post, De lá pra cá a única diferença e que muito tempo se passou e os dados do IBGE mudaram. Devemos ver pessoas como seres humanos não como dados, devemos ver nosso suor revestido na sociedade em geral, a distribuição tanto de verbas, quanto da população esta errada, o governo esta cheio de pessoas que pensa que luta por si mesmo por Ex.ª: os vereadores aprovaram um aumento em seu próprio salário em alguns lugares ate de 126%, em quanto os professores da rede publica lutam por 10%, Devemos olhar para o próximo, e ver se falta algo para ele ficar bem, não olhar para o próximo e ver (com olhos de ganancia) poxa ele tem e eu não tenho. O pouco que temos devemos compartilhar siga independente de sua crença.

    ResponderExcluir
  24. porisso q nóis nun vamo pra frenta

    ResponderExcluir
  25. Me ajudou muito pra estudar para um prova!Obrigado!

    ResponderExcluir
  26. Nós podemos fazer alguma coisa.

    A Pastoral da criança está coletando 1 milhão e 500 mil assinaturas para enviar um projeto de lei para votação na Câmara dos Deputados visando aumentar o repasse de verbas para a Saúde Publica e também maior transparência no repasse destas verbas.

    Mais informações no site da Pastoral:
    https://www.pastoraldacrianca.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1405:pastoral-da-crianca-participa-do-movimento-nacional-em-defesa-da-saude-publica-&catid=46:nacionais&Itemid=38

    Existe também esta petição que pode ser assinada online e que será entregue para a Pastoral da Criança para enviar junto com as assinaturas:
    http://www.avaaz.org/po/petition/Aumentar_a_oferta_e_a_qualidade_dos_servicos_publicos_de_saude_no_Brasil/

    Apoiem, a saúde publica precisa de nós

    ResponderExcluir
  27. Achei muito interessante! Este foi o único local que falava diretamente sobre saúde de todo Brasil. E realmente, a situação está muito ruim. Muito obrigada pelas informações!

    ResponderExcluir
  28. boa noite!
    Venho através desse espaço expor minha indignação com a saúde pública do Brasil!!!!!!!!!!!

    Hoje não conseguir atendimento em nenhum hospital público aqui na capital do estado de Pernambuco "Recife".

    Com muito pesar venho expor que a saúde pública no estado de Pernambuco é uma vergonha. Na capital pernambucana se alguém necsessitar de atendimento hospitalar de urgência fica vagando ent
    re UPAs e Policlínicas pois não existe médicos nessas unidades de prontoatendimento.

    Você não consegue médico nem na capital pernambucana nem na Cidade patrimônio histórico "Olinda".

    Relato que hoje por volta das 16:30h a UPA de Olinda não tinha médico e o plantão do próximo servidor estaria prestando atendimento apenas no dia seguinte. Naquele local que deveria prestar um atendimento de urgência principal de Olinda não tinha nenhum médico de plantão. Fomos orientados a seguir para o hospital de Olinda - Tricentenário que fica na cidade alta " ponto turístico principal de Olinda". Para minha surpresa o hospital de referencia da cidade estava sem médico para atendimento , além do mais estava fechado pois nãoi tinha nenuma pessoa para dar maiores explicações. Quando estava saindo sem saber para onde seguir com um paciente necessitando de atendimento de urgência, fomos orientados por taxista local seguir para Recife uma policlínica mais próxima seria a policlínica de Campina do Barreto. Porém ao chegar nesse local de referência em atendimento pois fica localizado mais próximo de Olinda, novamente não tinha nenhum médico. E o pior foi não ser necessário nem descer no carro, pois quando paramos o veículo o vigilante local já infromava que não tinha médico para nehum tipo de atendimento. Recebemos a seguinte orientação pelo funcionário para seguir até a UPA do Brejo, que fica do outro lado da cidade do Recife. Ressaltando que hoje é feriado na capital pernambucana e acontece um evento justamente na avenida principal que liga o caminho da policlínica até a UPA do Brejo. Por não conseguir atendimento de urgência retornamos para Olinda sem ser atendido.

    Fica uma pergunta que necessitamos de uma resposta.
    ---Onde fica os impostos pago por nós contribuintes que destinado a saúde pública????????????????????????

    Agora me vejo numa capital que será sede da COPA DO MUNDO 2014, que não existe saúde pública !!!!!!!!!!!!!

    E os governantes prometendo ter uma UPA em cada bairro ......
    Agora meus queridos governantes, para quê ter uma UPA em cada bairro se não tem o principal MÉDICO para efetuar apenas um atendimento de urgência?????????????????

    ResponderExcluir